top of page

NR 18 - Treinamento para serviços de aquecimento, transporte e aplicação de Impermeabilizante a quente e a frio.

NR 11 - Curso Operador de Empilhadeira - Real Safety.

Objetivo:

O Curso tem por objetivo estabelecer as exigências e recomendações relativas à execução de impermeabilização para que sejam atendidas as condições mínimas de proteção da construção contra a passagem de fluidos, bem como a salubridade, segurança e conforto do usuário, de forma a ser garantida a estanqueidade das partes construtivas que a requeiram.

Campo de Atuação:

    1. Construção Civil;
    2. Indústria de Engenharia Civil;
    3. Indústria da Construção Naval;
    4. Setor de Mineração;
    5. Indústria de Saneamento;
    6. Indústria de Petróleo e Gás;
    7. Indústria de Energia.
NR 11 - Curso Operador de Empilhadeira - Real Safety.

Público Alvo:

•    Profissionais das áreas do campo de atuação (citados acima);
•    Trabalhadores de Segurança do Trabalho;
•    Acadêmicos da área de segurança do trabalho.

Periodicidade:  Anual.

NR 11 - Curso Operador de Empilhadeira - Real Safety.

Pré - requisitos:

    • Ser alfabetizado;
    • Comprovar idade mínima de 18 anos.
In Company.png

Conteúdo Programático:

    1. Acidentes típicos nos trabalhos de impermeabilização;
    a) Riscos potenciais inerentes ao trabalho e medidas de prevenção;
    b) Operação do equipamento para aquecimento com segurança;
    c) Condutas em situações de emergência, incluindo noções de técnicas de resgate e primeiros socorros (principalmente no caso de queimaduras);
    d) Isolamento da área e sinalização de advertência;
    e) Sistemas de aquecimento a gás;
    f) Transporte e aplicação de impermeabilizante em edificações;
    g) Cilindros de gás;
    h) Local isolado, sinalizado, ventilado, protegido contra risco de incêndio;
    i) Distinto do local de instalação dos equipamentos de aquecimento;
    2. Reservatório para aquecimento:
    a) Manual técnico de operação disponível aos trabalhadores;
    b) Tampa com respiradouro de segurança;
    c) Medidor de temperatura;
    d) Ventilação natural ou forçada;
    e) Nivelamento;
    f) Isolamento e sinalização de advertência;
    g) Limpeza e organização;
    3. Tipo de impermeabilização rígida:
    a) Argamassa impermeável com aditivo hidrotugo;
    b) Argamassa modificada com polímero Argamassa polimérica;
    c) Cimento cristalizante para pressão negativa;
    d) Cimento modificado com polímero;
    e) Membrana epoxidica;
    4. Tipo de impermeabilização flexível:
    a) Membrana de asfalto modificado sem adição de polímero;
    b) Membrana de asfalto modificado com adição de polímero;
    c) Membrana de emulsão asfáltica;
    d) Membrana de asfalto elastomérico em solução;
    e) Membrana elastomérica de policloropreno e polietileno clorossulfonado;
    f) Membrana elastomérica de polisobutileno isopreno (1.I.R), em solução;
    g) Membrana elastomérica de estireno-butadieno-estirereno (S.B.S);
    h) Membrana elastomérica de estireno-butadieno-ruber (S.B.R.);
    i) Membrana de poliuretano Membrana de poliuretano modificado com asfalto;
    j) Membrana de polímero com cimento Membrana acrílica;
    k) Mantas asfálticas;
    l) Manta de policloreto de vinila (PVC);
    m) Manta de polietileno de alta densidade (PEAD);
    n) Manta elastomérica de etileno-dieno-monômero — EPDM;
    o) Manta elastomérica de polisobutileno isopreno (IIR);
    p) Condições específicas.
    5. Avaliação;
    6. Aula Prática.

Contate-nos

O PASSADO NÃO PODE SER MUDADO, MAS O FUTURO ESTÁ EM SUAS MÃOS!

bottom of page